Teoria Musical II: Escala Maior

Fundamental para o estudo de harmonia, tanto a escala maior quanto menor serão o pilar da construção do campo harmônico, de onde sairão os acordes para preencher cada função na criação de suas músicas.

Para começarmos, será necessário apresentar a relação de TOM e SEMITOM, e por decorrência falaremos sobre os ACIDENTES.

SEMITOM (ST): É a distância entre teclas adjacentes no piano ou trastes no violão. O intervalo é de segunda menor. Ex: Mi-Fa

TOM (T): É a distância entre DUAS teclas adjacentes no piano ou DOIS trastes no violão. O intervalo é de segunda maior. Ex: Fa-Sol

ACIDENTES:  são sinais que alteram a altura de uma nota até o final do compasso. Os acidentes podem ser FIXOS, OCORRENTES ou de PRECAUÇÃO.

Fixos são aqueles que fazem parte da armação da clave. Seu efeito vale por todo o trecho musical

Ocorrentes são aqueles que aparecem no decorrer de um trecho musical predominando, somente, no compasso em que são escritos.
De precaução são aqueles que aparecem a fim de evitarem erros na leitura rápida.

 

Normalmente são grafados entre parêntesis.

*Sustenido: Sobe meio tom

*Bemol: Abaixa meio tom

*Bequadro: Elimina os acidentes

Também existem os dobrados-bemois e dobrados-sustenidos que alteram um tom inteiro.

A escala maior de Dó é formada pelas notas naturais (sem acidentes):

Dó – Ré – Mi – Fá – Sol – Lá – Si

Em termos intervalares, a escala maior adota o seguinte padrão:

T – T – ST – T – T – T – ST

Com essa fórmula em mente, podemos construir as escalas maiores de outros tons:

COM SUSTENIDOS:

SOL – Sol – Lá – Si – Dó – Ré – Mi – Fá#

RÉ – Ré – Mi – Fá# – Sol – Lá – Si – Dó#

LÁ – Lá – Si – Dó# – Ré – Mi – Fá# – Sol#

MI – Mi – Fá# – Sol# – Lá – Si – Dó# – Ré#

SI – Si – Dó# – Ré# – Mi – Fá# – Sol# – Lá#

 FÁ# – Fá# – Sol# – Lá# – Si – Dó# – Ré # – Mi#

DÓ# – Dó# – Ré# – Mí# – Fá# – Sol# – Lá# – Si#

 COM BEMÓIS:

FÁ – Fá – Mi – Sol – Lá – Sib – Dó – Ré – Mi

SIb – Síb – Dó – Ré – Mib – Fá – Sol – Lá

MIb – Mib – Fá – Sol – Láb – Sib – Dó – Ré

LÁb – Láb – Sib – Dó – Réb – Mib – Fá –  Sol

RÉb – Réb – Mib – Fá – Solb – Láb – Sib – Dó

SOLb – Solb – Láb – Sib – Dób – Réb – Mib – Fá

DÓb –  Dób – Réb – Mib – Fáb – Solb – Láb- Sib

Nesse momento você deve estar pensando:

“Como eu vou decorar as notas que constituem cada escala maior e qual o critério dos sustenidos e bemois?

Essas perguntas serão sanadas pela lição nº4, CIRCULO DE QUINTAS. Até lá, estude o padrão intervalar da escala maior e experimente as várias tonalidades no seu instrumento!

Christhian Beschizza

compositor, violonista, produtor, editor, autor e psiconauta

(34)99872-6957

Currículo

Fundação Alimento dos Deuses

Educação e Produção Musical

CNPJ 32.616.693/0001-38

Uberaba/MG

2016-2020©