Release e Currículo
Músicos do Ensemble Alimento dos Deuses

_DSC0091_edited.jpg

Christhian Beschizza

Formou-se Mestre em Musicologia (2015-2017) e Bacharel em Música (Violão) (2011-2015)

pela Universidade Federal de Uberlândia, e Licenciado em Música pelo Claretiano (2018-2019).

ESPECIALIDADES:

Intérprete de Cordas Dedilhadas com ênfase em Música Antiga: Violões de 6, 7 e 11 cordas, Viola Ateorbada, Violaúde

Docência e Direção Musical, Composição, Arranjo, Orquestração, Revisão Crítica de Repertório, Intabulação e Editoração de Partituras;

Direção Audiovisual, Produção Musical e Pós-Produção Cinematográfica. 

FORMAÇÃO INICIAL (1992-2010)

Nascido em Uberaba/MG, instrumentalizou-se em corda dedilhada desde a infância, com incentivo de seu pai violonista, estudando violão 7 cordas, viola, guitarra e contrabaixo.

Na década de 2000, época da popularização da internet, devotou-se intensamente na área computacional, desenvolvendo liderança e planejamento estratégico através do envolvimento competitivo em MMORPGs.

Aprimorou-se em softwares de edição de vídeo, DAWs de produção musical e editores de partitura/tablaturas.

Há mais de 15 anos atua na produção de conteúdo para internet, a princípio na elaboração de blogs com escrita autoral, desde sua produção literária até conteúdo instrutivo em música, como o blog Caverna do Lenhador - Conhecimento Livre sobre Música, com cerca de 300.000 acessos.

GRADUAÇÃO (2011-2015)

Bacharelado em Música na UFU, pesquisando Bach no violão sob orientação do Prof. Dr. Maurício Orosco com bolsa CNPq através do PIBIC (2014), além de pesquisar voluntariamente através do PIVIC (2013) com Prof. Dr. Silvano Baia.

Estudou violão erudito com os professores Álvaro Henrique, Sandra Alfonso, Marcelo Brombilla e Maurício Orosco.

Registrou seus experimentos finais com instrumentos elétricos em Suíte do Folclore Brasileiro (2011) em seu trabalho conceitual com improvisação livre e eletroacústica. Produziu uma série de Recitais de Violão em Uberlândia e Uberaba (2013-2017) e apresentou-se diversas vezes com a Camerata de Violões da UFU (2013-2015). 

Iniciou a produção de vídeos para seu canal Alimento dos Deuses, que conta com centenas de inscritos no YouTube e veicula continuamente conteúdo cultural, recitais, espetáculos e educação musical através do violão e viola.

MESTRADO (2015-2017)

Mestrado em Musicologia sobre revisão crítica de repertório, abordando o processo de transcrição para violão da música de J. S. Bach, com bolsa CAPES continuando suas pesquisas com Prof. Dr. Maurício Orosco na UFU.

Desde 2016, é diretor do estúdio de produção Alimento dos Deuses, desempenhando um trabalho polímata em elaboração de projetos e captação de recursos; interpretação solista e regência, composição, orquestração e arranjo; gravação, mixagem e masterização; filmagem e pós-produção cinematográfica de vídeo.

Criou o site www.alimentodosdeuses.com, onde difunde o trabalho de sua produtora e seu conteúdo educativo.

LICENCIATURA E DOCÊNCIA (2018-2019)

Cursou a Licenciatura em Música no Claretiano (2018-2019) enquanto foi Professor no Conservatório de Uberlândia;

Atualmente é professor no Conservatório Estadual de Música Renato Frateschi (2017, 2020-2022)

Publica material digital para educação musical em seu site, com conteúdo teórico complementar, videoaulas de violão, viola e estudo de repertório: www.alimentodosdeuses.com/curso

Publica Revisões Críticas de Repertório com partituras e tablaturas de seus arranjos, composições, orquestrações [Álbum Contemplando a Harmonia] e o livro de repertório O Grimório de Don Secoia, especializado em transcrições de música antiga para violão de 7 e 11 cordas e peças para violão clássicowww.alimentodosdeuses.com/repertorio

PROJETOS CULTURAIS (2020-2022)

Coordena a Camerata Dedilhada de Uberaba, um projeto de extensão no Conservatório de Uberaba.

Dirige o Ensemble Alimento dos Deuses, um grupo de câmara interpretando seus arranjos de J.S. Bach.

Produz o álbum Contemplando a Harmoniadirigindo o grupo Alimento dos Deuses com suas composições, transcrições e arranjos de música antiga. O disco visionário conta com dez Mantras em Sânscrito e Tibetano e dois interlúdios instrumentais, revisitando grandes clássicos da música erudita em atmosfera world music.

Alguns de seus projetos musicais com produções audiovisuais com apoio da Lei Adir Blanc incluem:

Templos DedilhadosQuartetos de Bach, Alucinações Reais, Santuários Sonoros, As Origens do Choro

Entre 2021 e 2022, produziu a primeira temporada do programa Cultura e Harmonia, com 30 episódios de filmes musicais e oficinas culturais.

Templos Dedilhados

Projeto realizado com incentivo da Lei Aldir Blanc de Uberaba

Christhian Beschizza

Templos Dedilhados II

Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Christhian Beschizza e Raphael Dias

Templos Dedilhados III

Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Christhian Beschizza e Wilson Borges

Templos Dedilhados IV

Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Christhian Beschizza e Léo Beschizza

Templos Dedilhados V

Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Christhian Beschizza

Templos Dedilhados VI

Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Christhian Beschizza

1.png

Violão Romanillos

Luthier Lúcio Jacob

_DSC0091_edited.jpg

Violão 7 Cordas

Luthier Luiz Keller

11 strings guitar

Violão 11 Cordas

Luthier Miguel Munhoz

_DSC0080.JPG

Violaúde 7 Ordens

Luthier Fabiano Freitas

_DSC0087.JPG

Viola Ateorbada

Luthier Zé Floresta

rapha.jpeg

Raphael Leal Gonçalves

Bacharelando em Música (Habilitação em Violoncelo) pela Universidade Federal de Goiás, sobre orientação do professor David Gardner. Raphael toca em um violoncelo Inglês da luteria Hill, de 1739. Foi chefe de naipe na Orquestra Sinfônica de Goiânia (2009-2019). Participou da Orquestra Filarmônica de Goiás (2015) e conquistou o primeiro lugar no concurso público da Orquestra Sinfônica do Paraná (2019), onde trabalha atualmente.

Natural de Uberlândia/MG, nascido em 1991. Iniciou seus estudos de violoncelo aos 13 anos no projeto social Orquestra Jovem de Uberlândia sob a direção do maestro Flávio Santos Pereira (UNB) matriculando-se no ano seguinte no Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capparelli e continuando assim os seus estudos com o professor Kleper Rezende. Aos 16 anos ingressou na Orquestra de Câmara Camargo Guarnieri da Universidade Federal de Uberlândia, orquestra que já acompanhou vários solistas de prestígio international como Daniel Guedes, Eliane Tokeshi e Bernard Zinck. Em 2007 foi destaque cultural pelo jornal "O Correio" de Uberlândia. Estudou com os professores Laura MacNight e Kayami Satomi como aluno de extensão da UFU. Participou de quatro edições do Festival de Cordas Nathan Schwartzman em Uberlândia. Participou da 24° edição do Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga. Foi bolsista do 17° e 19° Festival Música nas Montanhas em Poços de Caldas-MG. Em 2018 foi contemplado com bolsa integral nas edições  49° e 50° do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão onde teve a oportunidade de trabalhar com o renomado maestro Giancarlo Guerrero.

Em 2009 ingressou a Orquestra Sinfônica de Goiânia, onde já atuou como chefe de naipe. No ano de 2011 começou a ter aulas de extensão com o violoncelista britânico David Gardner, na Universidade Federal de Goiás (UFG). No mesmo ano participou de uma turnê pela Espanha com a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG) como chefe de naipe dos violoncelos, tocando em várias salas de concertos, entre elas a famosa El Palau de la Música Catalana em Barcelona. Em 2014 com a mesma orquestra participou de uma turnê na Alemanha nas cidades de Bonn (Beethovenfest), na Universidade de Bonn, Dusseldorf e Langenfeld na Schauplatz. Em 2015 participou de concertos como músico convidado pela Orquestra Filarmônica de Goiás tendo o célebre violoncelista Antônio Meneses como solista e regência do maestro britânico Neil Thomson. Participou também pela mesma orquestra de uma gravação de CD contendo músicas do compositor Guerra-Peixe. Em 2016 atuou como solista da OSJG sobre a batuta do maestro venezuelano Alejandro Orellana. Entre 2016 e 2017 participou de uma turnê na China com a OSJG como chefe de naipe, tocando em oito cidades na província de Shanghai. Participou como concorrente no programa Prelúdio 2017 da TV Cultura. Em 2019 conquistou o primeiro lugar no concurso público da Orquestra Sinfônica do Paraná.

Patrocinado pelos mecanismos de incentivo a cultura, participou da gravação do disco e shows de lançamento do Álbum Contemplando a Harmonia, contemplado pelo PMIC 2020 de Uberlândia. Foi proponente do projeto Quartetos de Bach, contemplado pela Lei Aldir Blanc 2021 de Uberlândia. Deu continuidade com o projeto com a produção independente do recital Bach no Museu da Capela, transformando o quarteto em um Ensemble com acompanhamento do cravista Dr. Carlo Arruda.

 Sonata para Cello de Zoltan Kodaly

2022 Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Bach: Suíte III para Violoncelo

2022 Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Bach no Museu da Capela

Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Christhian Beschizza, Carlo Arruda, Raphael Gonçalves, Gustavo Dias e Tiago Ayer

mikael.jpeg

Mikael Silva

Licenciado em Música na Universidade Federal de Uberlândia

Formação Inicial:

Natural de Uberlândia/MG, teve grande influência de seu pai músico, e desde cedo se interessou por esta arte. Aos 10 anos iniciou a trajetória de educação musical e começou a tocar violino na orquestra de sua igreja. Dois anos depois, surgiu a oportunidade de tocar bateria, foi quando a percussão entrou definitivamente em sua vida. Desde então, dedica-se ao estudo e aprimoramento da técnica e performance da percussão.

Experiência Cultural:

Já participou de orquestras, big bands, bandas sinfônicas, fanfarras, escola de samba dentre diversas formações de músicas instrumental e freelance. Tocando diversos repertórios que variam entre a bateria sincopada do jazz, mpb e pop rock, alternados com a percussão baiana, carioca e nordestina, oscilando também entre o maravilhoso mundo das obras escritas para percussão sinfônica.

Mikael traz também em seu currículo peças solos para marimba, vibrafone, tímpanos, caixa-clara e percussão múltipla, além dos excertos orquestrais para triângulo, pandeiro, bumbo e prato sinfônicos. Enriquecendo, dessa forma, seu domínio da técnica e aperfeiçoamento dos instrumentos percussivos de forma geral.

2013: Percussionista na gravação do DVD “Um Cantinho um Violão”, dos alunos e professores do Conservatório de Uberlândia.

2015: Festival de Percussão 2 de Julho – Salvador/Bahia

2016-2017: I e II Festivais de Percussão e Batera da UFU

2015-2017: Percussionista na Orquestra Popular do Cerrado

2015-2018: Percussionista no Grupo de Percussão da UFU

 

Trabalhos Recentes:

2013-2020: Integrante de várias bandas de jazz e baterista freelancer requisitado em diversos shows em Uberlândia e Uberaba

2019: Professor substituto de Percussão do Conservatório Estadual Cora Pavan Capparelli

2016-2021: Integrante do grupo Alimento dos Deuses, atuando como percussionista. Como Produtor Cultural do grupo, tem experiência como proponente do projeto de médio porte Contemplando a Harmonia, em produção com incentivo do PMIC 2020.

2019-2021: Percussionista Concursado na Orquestra Municipal de Uberaba

2021: Percussionista no projeto As Origens do Choro

Contemplando a Harmonia

Projeto realizado com incentivo da Lei Aldir Blanc de Uberaba

Christhian Beschizza, Mikael Marcos, Carol Vaz, Raphael Gonçalves, Gustavo Dias e Tiago Ayer

Contemplando a Harmonia III

Projeto incentivado pelo PMIC de Uberlândia

Christhian Beschizza, Mikael Marcos, Gustavo Dias, Carlo Arruda, Carol Vaz,

Raphael Gonçalves, Edy Mendes, Liliane Franco e Fernanda Machain

Contemplando a Harmonia II

Projeto incentivado pelo programa Cultura na Comunidade Uberlândia

Christhian Beschizza, Mikael Marcos, Gustavo Dias, Lorrayne Tomé, Carol Vaz

Contemplando a Harmonia IV

Projeto incentivado pelo PMIC de Uberlândia

Christhian Beschizza, Mikael Marcos, Carlo Arruda e Carol Vaz

gustavo.jpeg

Gustavo Dias

É bacharel em violino pela Universidade Federal de Uberlândia, onde teve orientação do professor Dr. Mabio Duarte. Desde 2016 é violinista concursado da Orquestra Municipal de Uberaba, e professor de Violino do Conservatório Renato Frateschi em Uberaba e do Conservatório Cora Pavan Capparelli em Uberlândia, além de projetos musicais da secretaria social da prefeitura de Uberlândia.

Desde 2010, participa de grupos de música regional e popular como violinista

2005-2011: Violinista na Orquestra Jovem de Uberlândia

2005-2011: Violinista na Orquestra do Conservatório de Uberlândia

2008-2011: Violinista na Orquestra Camargo Guarnieri da UFU

2009-2013: Festival de cordas Nathan Schwartz - Uberlândia

2016-2021: Professor de violino nos conservatórios de Uberaba e Uberlândia

2018: Participou do IV Gramado in Concert

2016-2022: Violinista na Orquestra Municipal de Uberaba

2016-2022: Violinista no grupo Alimento dos Deuses

 

Quartetos de Bach

Projeto realizado com incentivo da Lei Aldir Blanc de Uberlândia

Christhian Beschizza, Raphael Gonçalves, Gustavo Dias e Tiago Ayer

As Origens do Choro

Projeto realizado com incentivo da Lei Aldir Blanc de Uberlândia

Christhian Beschizza, Mikael Marcos e Gustavo Dias

Santuários Sonoros

Projeto realizado com incentivo da Lei Aldir Blanc de Uberaba

Christhian Beschizza e Gustavo Dias

Recital de Violino com Gustavo Dias

Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Concerto Grosso Op. 6 nº 4

2022 Fundação Alimento dos Deuses em Parceria com a Orquestra

_DSC0063.JPG

Carlo V. Arruda

Doutor pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Bacharel e Mestre pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pesquisou acerca da Música Brasileira para Cravo nos séculos XX e XXI e interpreta música histórica original para o instrumento.

 

Desde 2013 seus trabalhos acadêmicos foram publicados na Europa por intermédio da Sociedade Portuguesa de Investigação em Música, sempre representando a música brasileira para cravo em suas comunicações. Como intérprete, Carlo Arruda também tocou em diversos Masterclasses com professores importantes das principais instituições do mundo. Nomes como Nicolau de Figueiredo (Schola Cantorum, Paris Conservatoire), Elizabeth Wright (Indiana University), Jacques Ogg (Koninklijk Conservatorium), Peter Sykes (Boston University, Julliard University), Ilton Wjunisky (Claude Debussy Conservatoire), Claudio Ribeiro (Koninklijk Conservatorium), James Johnstone (Guildhall School of Music, and Trinity College of Music), Luca Guglielmi (Orchestra Sinfonica Nazionale di Torino della RAI) além do estimado músico Sigiswald Kujiken. Como docente, trabalha como professor de teclas no Conservatório Estadual de Música Renato Frateschi e da Escola de Arte e Cultura de Uberaba.

Concerto BWV 1052 - J.S. Bach

2020 Produção Independente Alimento dos Deuses

Concerto de Cravo e Flauta Doce

2021 Projeto realizado com incentivo da Lei Adir Blanc de Uberaba

Bach: Prelúdios e Fugas

2022 Produção Independente Alimento dos Deuses

Sonata para Flauta em Fá Maior HWV 369

2022 Handel com Carlo Arruda, Christhian Beschizza e Morleno Jr.

WhatsApp Image 2021-06-21 at 14.28.27.jpeg

Jonas de Sousa Silva

É bacharel em violino pela Universidade Federal de Uberlândia, onde teve orientação do professor Dr. Mabio Duarte. Participa de vários projetos de música de câmara pela Universidade Federal de Uberlândia, atuando em trios e quartetos de cordas. Desde 2016 é o Spalla da Orquestra Municipal de Uberaba, e professor de Violino do Conservatório Cora Pavan Capparelli em Uberlândia e do Conservatório Renato Frateschi em Uberaba.

 

Natural de Uberaba (MG), iniciou seus estudos musicais no conservatório Estadual de Musica Renato Frateschi em Uberaba. Participou do 1º Festival Internacional de música em Uberlândia (MIMU), nas classes dos professores Ole Bohn, Marcelo Guerchfeld e Alexey Naumenko. As oito edições do festival Nathan Schwartzman, nas classes dos seguintes professores, Dr. Fred Gerling, Dra. Kirsten Yon e Dr. Jonh Gilbert e Edson Queiroz.  O 3º festival de maio em Belo Horizonte, nas classes dos professores Cláudio Cruz e Adonhiran Reis. E em 2017, do III Gramado in Concert, nas classes dos professores Edwin E. S. Kim e Edson Queiroz. Participou de master classes com os professores Alessandro Borgomanero, Daniel Guedes e Carmelo de los Santos.

Prelúdio Bachianas nº4 - Villa Lobos

2019 com a Orquestra Municipal de Uberaba

Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Violinos: Bryan Marvean, Gustavo Dias e Liliane Dias

Percussão: Mikael Silva Solo Violino: Jonas Sousa 

Piano Trio No. 1 in C, Op. 8 - Shostakovich

2017 Sala Camargo Guarnieri - UFU

IMG_3751.jpg

Bryan Marvean

Bacharel em Violino pela Universidade Federal de Uberlândia sob orientação do Professor Dr. Mabio Duarte.

 

Como docente atua como professor de violino na rede particular nas escolas Prelúdio Curso de Formação Musical e Arte e Música Espaço Cultural. Na rede estadual, nos Conservatórios de Ituitaba e Uberlândia, onde também desempenha a função de coordenador da área de cordas friccionadas.

Durante sua trajetória participou de diversos festivais, como: Nathan Schwartzman, Festival de Maio, Gramado In Concert, entre outros. Foi um dos selecionados para participar da série de concertos do Jovem Músico BDMG em Belo Horizonte.

Como performer participou de diversos grupos de câmara, quintetos, quartetos, trio, duos. Participou dos espetáculos “uma ópera aos 40”, “La Ferreti”, na série de concertos “Incantus”. Atua desde 2016 como chefe de naipe da Orquestra Municipal de Uberaba, onde também participou como solista.

La Primavera - Antônio Vivaldi

2019 com a Orquestra Municipal de Uberaba

Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Violinos: Jonas Sousa, Gustavo Dias e Liliane Dias

Percussão: Mikael Silva Solo Violino: Bryan Marvean

Trio Canto, Piano e Violino - In Cantus

2021 Recital de Árias Sacra e Classical Crossover

WhatsApp Image 2021-06-24 at 08.43.05.jpeg

Liliane Dias

Licenciada e Bacharel em violino pela Universidade Federal de Uberlândia, sob a orientação do professor Dr. Mabio Duarte e formada no Curso Técnico pelo Conservatório Estadual de Uberlândia, sob a orientação de Klemes César. Iniciou seus estudos em 2005, no projeto social Orquestra Jovem de Uberlândia. 

Atuou como professora de violino na Orquestra Jovem de Uberlândia; na Orquestra Experimental de Uberlândia; no Conservatório Estadual de Música CPC; na Escola de Cultura e Arte de Uberaba e na Orquestra Filarmônica de Patos de Minas. Tocou na Orquestra Camargo Guarnieri, Orquestra Municipal de Uberaba, Orquestra Filarmônica de Patos de Minas (como spalla), Orquestra Experimental Uberlândia (como chefe de naipe) e atualmente na Orquestra Filarmônica Jovem Boa Vontade (como concertino) em São Paulo. 

Atualmente, estuda com a professora Márcia Fukuda em São Paulo e é inspetora da Orquestra Filarmônica Jovem Boa Vontade.

Joseph Haydn - Concerto para Violoncelo

2019 com a Orquestra Municipal de Uberaba

Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Violinos: Jonas Sousa, Bryan Marvean, Gustavo Dias e Liliane Dias

Percussão: Mikael Silva

Jurassic Park - John Williams

2019 com a Orquestra Municipal de Uberaba

Produção independente da Fundação Alimento dos Deuses

Violinos: Jonas Sousa, Bryan Marvean, Gustavo Dias e Liliane Dias

Solo Glockenspiel: Mikael Silva

WhatsApp Image 2022-01-05 at 15.22.11.jpeg

Rafael Augusto

Fagote Barroco
Iniciou seus estudos musicais em flauta doce no Conservatório Estadual de Uberlândia, onde obteve diploma técnico profissionalizante em flauta doce. Foi aluno na classe do professor Dominique Vasseur no conservatório regional  de Lille (França), onde estudou também fagote e conquistou diploma de ‘3ème niveau’ com menções e felicitações do júri. Ao longo de percurso musical, buscou aperfeiçoamento em festivais no Brasil e exterior, já tendo se apresentado em vários países. Além de instrumentista, desenvolve carreira como produtor musical.

Les Goûts Réunis

Camerata Antiga de Uberlândia - Série 2021