Ensemble

Alimento dos Deuses

🎸🎻Bach com Ensemble Alimento dos Deuses 🎹🕍

Esse projeto visa a produção de 4 Concertos do Ensemble Alimento dos Deuses, apresentando 12 composições de J.S. Bach – 4 Concertos com 3 movimentos e arranjos de 8 peças. O Ensemble conta com 8 músicos eruditos interpretando duas horas de repertório exclusivo de obras primas de Johann Sebastian Bach, transcrito e arranjado especialmente para formação.

 Contamos com Baixo Contínuo realizado ao cravo pelo Dr. Carlo Arruda, ao Violão Barroco de 11 cordas com Me. Christhian Beschizza e ao Violoncelo com Raphael Gonçalves, da Orquestra Sinfônica do Paraná. Os demais músicos são expoentes da Orquestra Municipal de Uberaba desde 2016: Daniel Fernandes na Viola; Jonas Sousa (Spalla) e Bryan Marvean no Violino 1; Gustavo Dias e Liliane Dias no Violino 2.

Repertório

Concerto 1

1. BWV 1068 Ária / 2. BWV 244 Erbarme Dich, Mein Gott / 3. BWV 1041 Concerto para violino (Liliane)

Concerto 2

1. BWV 208 Schafe Können / 2. BWV 645 Wachet auf / 3. BWV 1056 Concerto para cravo (Carlo)

Concerto 3

1. BWV 639 Prelúdio Coral 2. BWV 156 Sinfonia - Arioso / 3. BWV 1042 Concerto para violino (Jonas)

Concerto 4

1. BWV 1007 Prelúdio / 2. BWV 147 Jesus Alegria dos Homens /3. BWV 1052 Concerto para cravo (Carlo)

Contrapartida: Masterclasses e recitais de divulgação nos quatro conservatórios do Triângulo Mineiro: Uberlândia, Uberaba, Ituiutaba e Araguari, além de recital na Sala Camargo Guarnieri do curso de música da UFU.

A iniciativa mobiliza uma equipe de 14 profissionais na cadeia produtiva cultural, com a divulgação digital realizada pelo Guia Livre Ser e impulsionado nas redes para atingir o máximo de públicoA captação audiovisual será realizadas pela equipe da Cena Z Filmes, pós-produção cinematográfica com Lucas Mendonça e a produção executiva pela Fundação Alimento dos Deuses com apoio do Museu da Capela.

Os quatro concertos serão divulgados como parte da programação do projeto Cultura e Harmonia e continuará disponível no site próprio e no canal do youtube para a circulação aberta para a comunidade em geral, atingindo um número de beneficiários de mais de 10 mil pessoas à longo prazo. As apresentações presenciais atingirão diretamente cerca de 200 pessoas. Os concertos serão compartilhados gratuitamente nas redes sociais e plataformas virtuais. Além disso, a divulgação online vai situar o objeto cultural representativo da linguagem universal da música erudita nas esferas digitais da internet, garantindo livremente a democratização do acesso sem restrição de tempo ou espaço.

O objetivo central da produção é dar continuidade e aprofundamento na música barroca no cenário cultural de Uberlândia difundir a produção pela região do Triângulo Mineiro, consolidando o Ensemble com a oportunidade de ensaios e filmagens remuneradas. Como objetivos secundários, desejamos estimular os alunos de música na apreciação e estudo do repertório erudito, promover e difundir a performance de composições de Johann Sebastian Bach, contribuir à cultura e educação musical da comunidade em geral.

Equipe:

Ensemble Alimento dos Deuses:

Violão Barroco: 🎸 Me. Christhian Beschizza / Cravo: 🎹 Dr. Carlo Arruda

 Violoncelo: 🎻 Raphael Gonçalves / Viola: 🎻 Daniel Fernandes

Violinos: 🎻 Gustavo Dias / 🎻 Liliane Dias / 🎻 Jonas Sousa / 🎻 Bryan Marvean

Direção: Christhian Beschizza Captação Audiovisual: Cena Z Filmes Pós-Produção: Lucas Mendonça

Assistentes de Produção: Carolina Vaz e Mikael Silva Acessoria de Comunicação: Lídia Tostes 

Administração: Raphael Gonçalves Acessora Jurídica: Elis Marques

Apoio: Museu da Capela Nossa Senhora das Dores Produção: Fundação Alimento dos Deuses

Especificações Técnicas de Captação:

🎥 Câmera Fixa: Blackmagic Cinema 2.5k 

📸 Câmera Móvel 1: Nikon D3200 / Câmera Móvel 2: Canon EOS T6

🎙️ Microfones: 2x AKG C214, 2x Behringer B2 / Gravadores Tascam DR-40 e DR-60

🎸🎻Bach no Museu da Capela 🎹🕍

🔅 Damos sequência ao projeto Quartetos de Bach realizado com Incentivo da Lei Adir Blanc de Uberlândia com esse recital de inauguração do Ensemble Alimento dos Deuses, um grupo de câmara mergulhando nas profundezas do repertório barroco com uma homenagem especial ao ilustre mestre do contraponto, J. S. Bach.

Repertório

1. BWV 996 Bourré

2. BWV 208 Schafe Können sicher weiden

3. BWV 645 Wachet auf, ruft uns die Stimme

4. BWV 156 Sinfonia "Arioso"

5. BWV 1007 Prelúdio

6. BWV 147 "Jesus Alegria dos Homens"

7. BWV 639 Ich ruf zu dir, Herr Jesu Christ

Informações Técnicas:

Christhian Beschizza, Violão 7 cordas

Carlo Arruda, Espineta

Gustavo Dias, Violino

Thiago Ayer, Viola

Raphael Gonçalves, Violoncelo

Direção, Arranjos, Áudio e Vídeo: Christhian Beschizza

Cinegrafista: Otávio Pacheco

Assistente de Produção: Carol Vaz

Apoio: Museu da Capela Nossa Senhora das Dores

Produção: Fundação Alimento dos Deuses

Essa produção foi realizada de maneira independente como parte do programa Cultura e Harmonia

Integrantes do Ensemble

Christhian Beschizza

@alimento_dos_deuses

 Mestre em Musicologia e Bacharel em Música (Violão) pela UFU, e Licenciado pelo Claretiano. Especializou-se em Música Antiga, Revisão Crítica de Repertório, Produção Musical e Edição Audiovisual.

Trabalha como docente no Conservatório Estadual de Uberaba, onde coordena a Camerata Dedilhada de Uberaba, ensina os fundamentos do violão e viola, e estudo de repertório através de videoaulas no YouTubePublica Revisões Críticas de Repertório.

 

Trabalha com projetos culturais como Diretor do estúdio Alimento dos Deuses, com elaboração e gestão de projetos; gravação e tratamento de áudio; filmagem e edição de vídeo; composição e arranjo.

_DSC0050.JPG

Carlo Arruda

@harpsichordman

Mestre pela UFRJ e Doutor pela UNICAMP. Desde 2013 seus trabalhos acadêmicos foram publicados na Europa por intermédio da Sociedade Portuguesa de Investigação em Música, sempre representando a música brasileira para cravo em suas comunicações.

Como docente, trabalha como professor de teclas no Conservatório Estadual de Música Renato Frateschi e da Escola de Arte e Cultura de Uberaba.

Carlo Arruda tocou em vários Masterclasses com orientação de professores importantes das principais instituições do mundo.

Raphael Gonçalves

@raphael.cello

Bacharelando em violoncelo pela UFG e violoncelista da Orquestra Sinfônica do Paraná. Raphael toca em um precioso e raro violoncelo inglês da luteria Joseph Hill, de 1749.

Como performer, atuou como chefe de naipe da Orquestra Sinfônica de Goiânia e Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás, onde participou de Turnês pela Europa e Ásia.

Também participou, como músico convidado da respeitada Orquestra Filarmônica de Goiás. Já atuou como solista convidado de ambas orquestras do estado de Goiás.

_DSC0087.JPG

Gustavo Dias

@violingustav

Bacharelando em violino na UFU,

violinista concursado da Orquestra Municipal de Uberaba.
Gustavo atua como docente dos Conservatórios Estaduais de Uberaba e Uberlândia e na secretaria social da prefeitura de Uberlândia, bem como em projetos musicais diversos.


Em sua trajetória artística, Gustavo apresentou-se com diversas orquestras da região e também no estado de São Paulo. Seus trabalhos com violino são requisitados por vários grupos musicais regionais, gravando videoclipes, produções musicais e participando de diversos shows e eventos.

Jonas Sousa

@jonas.violin

Bacharel em violino pela Universidade Federal de Uberlândia, onde teve orientação do professor Dr. Mabio Duarte. Iniciou seus estudos no Conservatório de Uberaba.

Na área da performance musical, participa de vários projetos de música de câmara pela Universidade Federal de Uberlândia, atuando em trios e quartetos de cordas. Desde 2016 é o Spalla da Orquestra Municipal de Uberaba.

 

Como docente, Jonas leciona violino institucionalmente nos Conservatórios Estaduais de Uberaba e Uberlândia.

Bryan Marvean

@bryanmarvean

Bacharel em Violino pela Universidade Federal de Uberlândia sob orientação do Professor Dr. Mabio Duarte. Durante sua trajetória participou de diversos festivais, como: Nathan Schwartzman, Festival de Maio, Gramado In Concert, entre outros. Foi um dos selecionados para participar da série de concertos do Jovem Músico BDMG em Belo Horizonte.

Como performer participou de diversos grupos de câmara, quintetos, quartetos, trio, duos. Participou dos espetáculos “uma ópera aos 40”, “La Ferreti”, na série de concertos “Incantus”. Atua desde 2016 como chefe de naipe da Orquestra Municipal de Uberaba, onde também participou como solista.

Como docente atua como professor de violino na rede particular nas escolas Prelúdio Curso de Formação Musical e Arte e Música Espaço Cultural. Na rede estadual, nos Conservatórios de Ituitaba e Uberlândia, onde também desempenha a função de coordenador da área de cordas friccionadas.

WhatsApp Image 2021-06-24 at 08.43.05.jp

Liliane Dias

@lilianemdviolino

Licenciada e Bacharel em violino pela Universidade Federal de Uberlândia, sob a orientação do professor Dr. Mabio Duarte e formada no Curso Técnico pelo Conservatório Estadual de Uberlândia, sob a orientação de Klemes César. Iniciou seus estudos em 2005, no projeto social Orquestra Jovem de Uberlândia. 

Atuou como professora de violino na Orquestra Jovem de Uberlândia; na Orquestra Experimental de Uberlândia; no Conservatório Estadual de Música CPC; na Escola de Cultura e Arte de Uberaba e na Orquestra Filarmônica de Patos de Minas. Tocou na Orquestra Camargo Guarnieri, Orquestra Municipal de Uberaba, Orquestra Filarmônica de Patos de Minas (como spalla), Orquestra Experimental Uberlândia (como chefe de naipe) e atualmente na Orquestra Filarmônica Jovem Boa Vontade (como concertino) em São Paulo. 

Atualmente, estuda com a professora Márcia Fukuda em São Paulo e é inspetora da Orquestra Filarmônica Jovem Boa Vontade.

Justificativa

A grande propagação da informação multimídia pela internet tende a ser mal aproveitada pela população geral. A disseminação de canções superficiais, de estética e valores questionáveis, perfaz o imaginário da população em geral. A música de J.S. Bach é universalmente aceita como de grande valor composicional, exemplo de equilíbrio de texturas, graciosidade no fraseado, engenhosidade estrutural, e seu raciocínio elevado causa efeito de introspecção e ampliação da capacidade de concentração.

Em uma cultura obcecada pelo consumo de objetos culturais transitórios, principalmente os de baixo nível de elaboração técnica ou riqueza composicional, o valor da performance artística tende a tornar-se apenas um entretenimento distrativo. Ouvir a música histórica interpretada pelos professores em um cenário elevado pode significar uma experiência profundamente educativa, historicamente consciente, estiticamente reflexiva e até mesmo terapêutica para a mente dos ouvintes.

O público alvo é a comunidade de alunos, professores e famílias que envolve os Conservatórios de Uberlândia, Uberaba, Ituitaba e Araguari, e o Curso de Música da UFU, e toda comunidade virtual que já seguem nossos trabalhos artísticos e o programa Cultura e Harmonia no Museu da Capela através do canal do Youtube Alimento dos Deuses, mas também àqueles que passarão a conhecê-lo através desta iniciativa. Não há restrição quanto à faixa etária.

Apoio na Divulgação do Lançamento dos 4 Concertos

       Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capparelli

Conservatório Estadual de Música Renato Frateschi

Conservatório Estadual de Música e Artes Raul Belém

Conservatório Estadual de Música Dr. José Zóccoli de Andrade

Orquestra Sinfônica do Paraná

Orquestra Sinfônica de Goiânia

Orquestra Municipal de Uberaba

IARTE UFU

Museu da Capela Nossa Senhora das Dores

Guia Livre Ser